“Teoria do Inverso”. Mergulho reflexivo em nossa inevitável culpa.

  Oferecer múltiplas interpretações, ou, nenhuma delas. Isso é exatamente o que tenta sugerir esta obra, afinal,  possuímos sobre nosso tronco a mais complexa estrutura de multiplicidade de pensamentos do mundo  e, provavelmente, de todo o universo: o cérebro. A obra “Teoria do Inverso”, de Zeppa Tudisco,  faz parte de uma série que tem como protagonistas lúdicos bonequinhos plásticos que, além de representantes  do gênero humano,  emitem  sensações de interiorização, existência e, para muitos, até de uma certa angustia, devido ao questionamentos que provoca. Especificamente nesta obra, o artista busca tocar exatamente neste ponto e questiona se estamos mesmo evoluindo.

Continue Reading